LITURGIA DIÁRIA- O Reino de Deus é dos que são como crianças sem maldade no coração

 Senhor, que tua palavra transforme tudo que há em meu coração, em minha mente, que não seja do teu agrado. Que ela guie meu caminhar, meu pensar e meu viver. Que tua palavra ilumine todo meu ser. Toda trevas seja iluminada em mim...!

 LEIA E MEDITE A PALAVRA DE DEUS

7ª Semana do Tempo Comum – Sábado 25/05/13

Eclo 17,1-131Da terra Deus criou o homem, e o formou à sua imagem. 2E à terra o faz voltar novamente, embora o tenha revestido de poder, semelhante ao seu. 3Concedeu-lhe dias contados e tempo determinado, deu-lhe autoridade sobre tudo o que está sobre a terra. 4Em todo ser vivo infundiu o temor do homem, fazendo-o dominar sobre as feras e os pássaros.
5Deu aos homens discer­nimento, língua, olhos, ouvidos, e um coração para pensar; encheu-os de inteligência e de sabedoria. 6Deu-lhes ainda a ciência do espírito, encheu o seu coração de bom senso e mostrou-lhes o bem e o mal. 7Infundiu o seu temor em seus corações, mostrando-lhes as grandezas de suas obras. 8Concedeu-lhes que se gloriassem de suas maravilhas, louvassem o seu Nome Santo e proclamassem as grandezas de suas obras.
9Concedeu-lhes ainda a instrução e entregou-lhes por herança a lei da vida. 10Firmou com eles uma aliança eterna e mostrou-lhes sua justiça e seus julgamentos. 11Seus olhos viram as grandezas da sua glória e seus ouvidos ouviram a glória da sua voz. Ele lhes disse: “Tomai cuidado com tudo o que é injusto!” 12E a cada um deu mandamentos em relação a seu próximo. 13Os caminhos dos homens estão sempre diante do Senhor e não podem ficar ocultos a seus olhos.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.



Responsório (Sl 102)
— O amor do Senhor por quem o respeita, é de sempre e para sempre.
— O amor do Senhor por quem o respeita, é de sempre e para sempre.
— Como um pai se compadece de seus filhos, o Senhor tem compaixão dos que o temem. Porque sabe de que barro somos feitos, e se lembra de que apenas somos pó.
— Os dias do homem se parecem com a erva, ela floresce como a flor dos verdes campos; mas apenas sopra o vento ela se esvai, já nem sabemos onde era o seu lugar.
— Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme é de sempre e perdura para sempre; e também sua justiça se estende por gerações até os filhos de seus filhos, aos que guardam fielmente sua Aliança.


Evangelho (Mc 10,13-16)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 13traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: “deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas.
15Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele”. 16Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

 BREVE REFLEXÃO:
Não resta dúvida que para entrar no reinos dos Céus, precisamos ser como criança. Ou seja, com sua simplicidade, sua humilde e sem maldade em nosso coração...Criança não guarda rancor...briga na mesma hora esquece e nem parece que aconteceu nada...assim devemos ser, e ter um coração de criança. Com responsabilidade de adultos... Não deixar que as maldades invadam, e muito menos façam morada em nosso coração.



 Vamos meditar lendo a homilia do Padre Roger Araújo –que nos trará grande compreensão e luz para nosso entendimento


 HOMILIA:

Todas as crianças são a manifestação do amor divino

No coração de um pequenino está o grande segredo dos céus. Todas as crianças são a manifestação do amor divino.
“Traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: ‘Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas’” (Mc 10,13-14).
O Reino de Deus pertence às crianças. Primeiro, porque elas não foram contaminadas com a maldade do mundo, pois os pequenos não conseguem fazer o mal do qual, infelizmente, o mundo está envolto. Para entrar no Reino dos Céus é preciso ser como elas. Nossas igrejas, nossas casas, nossas famílias precisam acolher as crianças como bênção do Senhor. Onde está uma criança, ali está o Reino do Pai acontecendo.
Precisamos, com todo amor do nosso mundo, acolher nossas crianças, pois elas são sinais de alegria, de bênção, da graça e da presença do Senhor nosso Deus. As crianças chamam a atenção dos pais, daqueles que já estão crescidos. Precisamos acolher, com muito amor, nossas crianças.
Maldito seja aquele que despreza nossas crianças, maldito seja aquele que abusa delas, faz qualquer mal a uma delas. Todas as crianças são a manifestação do amor divino.
A segunda coisa é que precisamos aprender com elas, sugar delas o melhor que elas têm. No coração de um pequenino está o grande segredo dos céus, está a simplicidade, a inocência, mas, sobretudo, a pureza. Como nós precisamos da pureza para nos relacionarmos uns com os outros, para enxergamos Deus e a Sua vontade! Precisamos ser puros para dependermos do Senhor e de Sua graça.
À medida em que aprendemos a amar as crianças, a olhar para elas, aprendemos que em cada uma se esconde o segredo do Reino do Céus. Deus abençoe as crianças que estão próximas a você! Deus abençoe seus filhos!
Deus abençoe você.

fonte - homilia CN

#Compartilhar:

Marcadores:

Sem Comentario to " LITURGIA DIÁRIA- O Reino de Deus é dos que são como crianças sem maldade no coração "

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››