sexta-feira, 5 de julho de 2013

LITURGIA- Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’

 Vamos ler e refletir a palavra de Deus...permitir que entre por nossos ouvidos e vá direto ao nosso coração podendo assim, converter-nos transformar´-nos e alegrar-nos no Senhor!

  LITURGIA DIÁRIA

 

1ª Sexta-feira do Mês – Sexta-feira 05/07/13

Gn 23,1-4.19;24,1-8.62-67
Leitura do Livro do Gênesis.
23,1 Sara viveu cento e vinte e sete anos, 2 e morreu em Cariat Arbe, que é Hebron, em Canaã. Abraão veio fazer luto por Sara e chorá-la. 3 Depois levantou-se de junto da morta e falou aos hititas: 4 “Sou um estrangeiro e hóspede no vosso meio. Cedei-me como propriedade entre vós um lugar de sepultura, onde possa sepultar minha esposa que morreu”.
19 Assim, Abraão sepultou Sa­ra, sua mulher, na caverna do campo de Macpela, em frente de Mambré, que é Hebron, na terra de Canaã. 24,1 Abraão já era velho, de idade avançada, e o Senhor o havia abençoado em tudo. 2 A­braão disse ao servo mais antigo da sua casa, administrador de todos os seus bens: “Põe a mão debaixo da minha coxa 3 e jura-me pelo Senhor, Deus do céu e da terra, que não escolherás para meu filho uma mulher entre as filhas dos cananeus, no meio dos quais eu moro; 4 mas tu irás à minha terra natal, buscar entre os meus parentes uma mulher para o meu filho Isaac”.
5 E o servo respondeu: “E se a mulher não quiser vir comigo para esta terra, deverei levar teu filho para a terra de onde saíste?” 6 Abraão respondeu: “Guarda-te de levar meu filho de volta para lá. 7 O Senhor, Deus do céu, que me tirou da casa de meu pai e da minha terra natal, e que me falou e jurou, dizendo: ‘À tua descendência darei esta terra’, ele mesmo enviará seu anjo diante de ti e trarás de lá uma mulher para meu filho. 8 Porém, se a mulher não quiser vir contigo, ficarás livre deste juramento; mas de maneira alguma levarás meu filho de volta para lá”.
62 Isaac tinha voltado da região do poço de Laai-Rói e morava na terra do Negueb. 63 Ao cair da tarde, Isaac saiu para o campo a passear. Levantando os olhos, viu camelos que chegavam. 64 Re­beca também, erguendo os olhos, viu Isaac. Desceu do Camelo, 65 e perguntou ao servo: “Quem é aquele homem que vem pelo campo, ao nosso encontro?”
O servo respondeu: “É o meu Senhor”. Ela puxou o véu e cobriu o rosto. 66 Então o servo contou a Isaac tudo o que tinha feito. 67 Ele introduziu Rebeca na tenda de Sara, sua mãe, e recebeu-a por esposa. Isaac amou-a, consolando-se assim da morte da mãe.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

 (Sl 105,1-5)

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom.
— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom, porque eterna é a sua misericórdia! Quem contará os grandes feitos do Senhor? Quem cantará todo o louvor que ele merece?
— Felizes os que guardam seus preceitos e praticam a justiça em todo o tempo! Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, pelo amor que demonstrais ao vosso povo!
— Visitai-me com a vossa salvação, para que eu veja o bem-estar do vosso povo, e exulte na alegria dos eleitos, e me glorie com os que são vossa herança.


Evangelho (Mt 9,9-13)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 9 Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: “Segue-me!” Ele se levantou e seguiu a Jesus. 10 Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos.
11 Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: “Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?” 12 Jesus ouviu a pergunta e respondeu: “Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. 13 Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


 Leia e medite a homilia do Padre Roger Araújo


 Homilia: Por Pe. Roger Araújo

Não podemos discriminar ninguém

Não podemos discriminar ninguém; ao contrário, precisamos acolher a todos. 
Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’” (Mt 9,12-13).
Hoje, as pessoas estão escandalizadas em volta de Jesus. Primeiro, porque Ele acolheu Mateus – o qual se tornou o evangelista do Evangelho que estamos meditando. No entanto, Mateus era um cobrador de impostos, e você sabe que isto era muito mal visto, porque, na verdade, ele cobrava tributos indevidos do povo, o que fazia com que os cobradores fossem muito mal vistos pela população.
A forma como o cobrador gastava esse dinheiro era vergonhosa. E o povo sofria por causa disso. Mas esse cobrador de impostos, chamado Mateus, conheceu Jesus e Este mudou sua vida. Por isso Jesus diz a ele: ‘Segue-me!’. A partir disso, ele deixou tudo para seguir o Senhor.
Sabe, meu irmão, minha irmã, nós, muitas vezes, queremos condenar a proximidade com que a Igreja e todos nós precisamos ter com os pecadores.
Não podemos discriminar ninguém; ao contrário, precisamos acolher a todos. Mas é claro que não basta só acolher, pois amar é a primeira e a mais importante das decisões que precisamos ter para com todos os filhos de Deus.
Todos aqueles que vivem em pecados grandes dentro de casa – como o pai que não compreende o filho, porque não o aceita como ele é; às vezes, drogados, sujos, com isto ou com aquilo – é para esses que o Senhor veio.
Os que já estão limpos, justificados, já tem Deus. Ele veio para aqueles que ainda não O têm, e nós precisamos levar Deus, saber que Ele, em primeiro lugar, quer estar com esses que ainda não conhecem o Seu amor e a Sua misericórdia.
Deus abençoe você!

Pe. Roger Araújo canção nova
Fonte - homilia CN

Nenhum comentário:

Postar um comentário